fbpx

Morgan Stanley prevê aumento de preços do açúcar

O Morgan Stanley elevou sua projeção para os preços do açúcar em 35% para o ano que se encerrará em 30 de setembro de 2011, dizendo que o atual excedente mundial vai se transformar num déficit devido à demanda por etanol produzido a partir da cana.

A expectativa do banco é de que os preços da commodity atinjam 17,1 centavos de dólar por libra-peso no período de 12 meses encerrado em 30 de setembro de 2011, disse Hussein Allidina, analista do Morgan Stanley, sediado em Nova York, o segundo maior banco de investimento dos Estados Unidos.

“Nossa análise atualizada da correlação mundial entre oferta e demanda de açúcar revela um déficit de 1,6 milhão de toneladas” no período de 12 meses que se encerrará em 30 de setembro de 2009, “uma mudança marcante em relação à nossa projeção anterior, na qual antecipamos que a produção continuaria superavitária” nos 12 meses seguintes.

A escassez da oferta de açucar que ocorrerá antes do previsto é resultante da queda das estimativas da atual safra da Índia e da crescente demanda pelo etanol a partir da cana-de-açúcar no Brasil, e será desencadeada pela alta dos preços do petróleo bruto e pela disparada das vendas de veículos flexfuel.

O Morgan Stanley elevou sua estimativa para o preço médio do produto para 11,1 centavos de dólar no ano que se encerrará em 30 de setembro deste ano, comparativamente aos 9,2 centavos de dólar anteriores.

As projeções da empresa foram de 13,2 centavos de dólar para o período de 12 meses a ser concluído a 30 de setembro de 2009, superior aos 9,8 centavos de dólar anteriores, e de 15,3 centavos de dólar por libra-peso para o ano a finalizar-se em 30 de setembro de 2010, superior ao prognóstico anterior de 10,8 centavos de dólar por libra-peso.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X