fbpx

Moagem de cana em Alagoas deve ir até abril

Projeção é do Sindaçúcar-AL

Foto: Divulgação

A moagem de cana-de-açúcar da safra 2019/20 em Alagoas deve prosseguir até no começo de abril próximo, projeta o Sindaçúcar-AL.

Segundo a entidade representativa do setor em Alagoas, o processamento da matéria-prima de etanol e de açúcar deve ir até abril em unidade.

A moagem, entretanto, já foi concluída em duas das unidades.

Encerraram as operações a Seresta/Impacto Energia e a Santa Clotilde. A primeira no dia 20 e, a segunda, em 28 de janeiro.

A terceira unidade a encerrar a moagem é a Copervales, antiga Usina Uruba, que anunciou o encerramento neste 05/02.

Tradicionalmente, a moagem da safra em Alagoas vai de agosto de um ano a fevereiro do próximo.

Conforme o Sindaçúcar-AL, operam na safra 15 unidades produtoras.

 

Leia também: 

Saiba quem são os laureados do Prêmio MasterCana Nordeste 2019/20

 

Moagem de cana: balanço até 15/01

Em seu último levantamento, o Sindaçúcar-AL destaca que até 15/01 a moagem de cana em Alagoas acumula 12,9 milhões de toneladas de cana.

O montante supera em 9,1% a quantidade de cana processada na safra 18/19, que foi de 11,9 milhões de toneladas.

Em cinco meses de safra – e até 15/01 -, as unidades produtoras de Alagoas produziram mais de um milhão de tonelada de açúcar.

O volume representa alta de 10% sobre mesmo período da temporada anterior (918 mil toneladas).

Por sua vez, a produção de etanol 377 milhões de litros ate 15/01.

Conforme o Sindaçúcar-AL, esse montante significa alta de 4,4% ante a produção de mesmo período da safra anterior (360 milhões de litros).

Usina Coruripe está entre as laureadas do Prêmio MasterCana Nordeste 2019

Dentre as unidades que se destacam nesta safra alagoana está a Usina Coruripe que investiu recentemente na implantação de nova caldeira na unidade matriz, localizada no município de mesmo nome. O grupo controla outras três unidades produtoras, localizadas em Minas Gerais. A nova caldeira é uma unidade de geração de vapor no modelo TSG, com capacidade para processar 250 toneladas de vapor hora (Tvh). Os investimentos na caldeira são de R$ 24 milhões. Isso corresponde à pressão de operação de de 21 quilograma-força por centímetro quadrado (kgf/cm2) a 320 graus Celsius. Ela é preparada para uma operação futura com pressão superior a 21 kgf/cm2.

A Coruripe está entre as usinas que serão laureadas no Prêmio MasterCana Nordeste 2019/20 que acontece na noite de 6 de fevereiro. Com apenas 200 convidados VIPs, o jantar e cerimônia de premiação será realizado na prestigiada Spettus Steak House, em Boa Viagem, Recife (PE). Entre os laureados estão: grupos, usinas, entidades e personalidades que se destacaram durante a safra. Mais detalhes do evento podem ser visualizados aqui.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X