fbpx
JornalCana

MME recebe carta da ONU em função dos compromissos assumidos no RenovaBio

ONU agradece a contribuição para atendimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 7 de Energia Acessível e Limpa

O Ministério de Minas e Energia (MME) recebeu carta do secretariado-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em função dos compromissos assumidos pelo Brasil na Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio).

O MME submeteu o Energy Compact das metas do RenovaBio no Diálogo de Alto Nível da ONU sobre energia, no tema “Transição Energética”, com o compromisso de reduzir a intensidade média de carbono da matriz de combustíveis em 10%. O Brasil também se comprometeu a evitar emissões de 620 milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente, em função da utilização de biocombustíveis.

Em resposta, Damilola Ogunbiyi, representante especial do secretário-Geral para Energia Sustentável para Todos, agradeceu a submissão do Energy Compact e a contribuição para ser atendido o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 7 de Energia Acessível e Limpa.

LEIA MAIS > Prêmio MasterCana Brasil 2021 acentua protagonismo do setor bioenergético

Os compromissos recebidos pela ONU para fomentar energia limpa, por governos e pelo setor privado, somam mais de US$ 600 bilhões. Para acesso à energia, os governos nacionais se comprometeram a fornecer eletricidade confiável para mais de 166 milhões de pessoas.

As empresas privadas prometeram atingir pouco mais de 200 milhões de pessoas. E uma série de fundações e associações empresariais prometeram buscar iniciativas que apoiem centenas de milhões de pessoas, fornecendo energia para o desenvolvimento.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram