fbpx

Mix atinge 46,96% da matéria-prima direcionada a produção de açúcar

Produção do adoçante totaliza 31,95 milhões de toneladas até 1º de outubro

A produção de açúcar atingiu 2,87 milhões de toneladas, na segunda metade de setembro, montante 59,57% superior ao 1,80 milhão de toneladas produzidas no último ano. No acumulado de abril até 1º de outubro, a fabricação do adoçante totaliza 31,95 milhões de toneladas – aumento de 46,23%.

“Do aumento total de 10,10 milhões de toneladas na produção de açúcar observada até o momento, cerca de 7,40 milhões derivam da mudança do mix de produção e os outros 2,70 milhões resultam do avanço da moagem e da melhor qualidade da matéria-prima colhida”, explica o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Antonio de Padua Rodrigues.

LEIA MAIS > Exportações do agro cresceram 4,8% em setembro puxadas pelo açúcar

Desde o início da safra 2020/2021 até 1º de outubro, 46,96% da matéria-prima foi destinada a fabricação do adoçante, ante 35,31% no mesmo período de 2019. “A despeito do aumento da proporção de cana dedicada a produção do adoçante nesta safra frente ao ciclo 2019/2020, este ainda permanece inferior ao valor observado no ciclo agrícola 2017/2018, quando o mix açucareiro atingiu a marca de 48,25%”, completou Rodrigues.

A produção de etanol, por sua vez, alcançou 2,16 bilhões de litros na segunda quinzena de setembro, contra 2,24 bilhões fabricados em igual período do ciclo 2019/2020. Deste total, o hidratado representou 1,38 bilhão de litros e o anidro somou 779,87 milhões de litros.

No caso do etanol anidro, a produção quinzenal indica alta de 26,80% em relação ao valor observado na segunda metade setembro de 2019.

“Essa elevação decorre da maior produção de anidro a partir do milho e do aumento da proporção de cana-de-açúcar direcionada à fabricação deste biocombustível. O rendimento na produção de anidro atingiu 18,45 litros por tonelada de cana processada, refletindo a expectativa de encerramento da quota de importação de etanol em dezembro e o compromisso de abastecimento do mercado na entressafra por parte dos produtores”, analisa Rodrigues.

LEIA MAIS > Moagem de cana cresce 14,3% na segunda quinzena de setembro

O volume de etanol produzido no acumulado da safra 2020/2021 totalizou 23,44 bilhões de litros, 7,47% inferior ao assinalado na última safra. Desse total, foram fabricados 1,15 bilhão de litros de etanol de milho, crescimento de 90,32% em relação ao volume produzido em igual período do ano passado.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezoito − 11 =

X