JornalCana

Ministério evita comentar preço do gás

A assessoria de Imprensa do Ministério de Minas e Energia informou que só fará comentários sobre o preço do gás de cozinha quando vencer o prazo de dez dias dado pelo governo para que baixe o valor cobrado pelo botijão de 13 kg. Na semana passada, o ministro de Minas e Energia, Francisco Gomide, divulgou uma medida que dá poderes à Agência Nacional de Petróleo para tabelar o produto, em situações em que seja comprovada prática abusiva. Durante o anúncio, o ministro disse que a ANP aguardaria dez dias, prazo que vence na próxima quinta-feira, para que os preços caiam espontaneamente. (O Estado de SP)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram