fbpx

Minas Gerais mapeia a cadeia produtiva de bioenergia

O Governo de Minas Gerais lançou, dia 11 de dezembro, em Belo Horizonte, MG, o livro “Mapeamento da Matriz de Coprodutos da Cadeia Produtiva de Bioenergia em Minas Gerais”. A obra apresenta soluções para a substituição de parte dos combustíveis fósseis que poluem o meio ambiente e desestabilizam o clima.

Ao observar os quatro setores mais importantes da bioenergia, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e o Instituto Pró-Città mapearam a matriz de coprodutos da cadeia produtiva da bioenergia, com o apoio dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) de biodiesel e óleos vegetais, etanol e derivados, carvão vegetal e biomassa.

O livro também contou com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Segundo informações do Pró-Cittá, Minas Gerais é o segundo estado produtor de etanol do País, com 2,2 milhões metros cúbicos por safra, sendo 90% da cana-de-açúcar utilizada são de origem própria.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X