Usinas

Usina Ipojuca investe em mecanização

Empresa foi um dos destaques da premiação MasterCana Nordeste 2023

Marcos Antonio Queiroz Dourado, Diretor Superintendente
Marcos Antonio Queiroz Dourado, Diretor Superintendente

Mesmo atuando em áreas acidentadas, a Usina Ipojuca vem investido no processo de mecanização. O trabalho realizado nesta área rendeu à usina o troféu MasterCana Nordeste, na categoria “Mecanização Agrícola – Performance”.

Sob o comando de Marcos Antônio Queiroz Dourado – Diretor Superintendente, a Ipojuca é uma das empresas líderes em produtividade agrícola de Pernambuco, atuando na fabricação de açúcar cristal, açúcar demerara, açúcar VHP, álcool hidratado e álcool anidro.

Ciente também da importância da preservação ambiental, a usina também promove ações e programas de sustentabilidade em parceria com o Instituto para Preservação da Mata Atlântica (IPMA).

LEIA MAIS > Grupo Santo Antônio investe em capacitação e tecnologia

120 anos de história

Em dezembro de 1889, através de um decreto assinado pelo Barão de Lucena foi concedida à Bandeira & Siqueira permissão para se implantar a fábrica que, naquele tempo, foi denominada Usina Bandeira.

Posteriormente, os irmãos José, João e Francisco Dourado da Costa Azevedo compraram a usina, que atravessava um período de crise. Foi aí que se deu a mudança do nome de Bandeira para Usina Ipojuca. Depois de passar pelas mãos de José Maria Carneiro da Cunha e do agrônomo Severino Barbosa Mariz, em 1948, Antônio Dourado Neto adquiriu a empresa e iniciou um processo de expansão e modernização da indústria.

Em 1997, Francisco Luiz Dubeux Dourado, filho de Antônio Dourado Neto e Maria de Lourdes Dubeux Dourado, assume o controle acionário da Usina Ipojuca. Junto a seus filhos Marco Antônio Queiroz Dourado, Luciana Dourado Cruz e Francisco Queiroz Dourado, implementou uma administração moderna que ampliou a produtividade tanto do campo quanto da indústria.

Confira AQUI toda a cerimônia de premiação.

Banner Revistas Mobile