Usinas

ANP reduz temporariamente mistura de biodiesel ao diesel para 10%

Medida serve para dar continuidade ao abastecimento nacional

Greve de caminhoneiros provoca fila para abastecimento de combustível em posto de gasolina no Rio de Janeiro.
Greve de caminhoneiros provoca fila para abastecimento de combustível em posto de gasolina no Rio de Janeiro.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com a concordância do Ministério de Minas e Energia (MME), anunciou nesta quarta-feira (13) a redução excepcional e temporária do percentual de mistura obrigatória do biodiesel ao óleo diesel dos atuais 12% para 10% no bimestre de setembro e outubro de 2020.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participou do Biodiesel Week, webinar realizado pela União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), nesta quarta-feira (13), e explicou que foi observado “um desbalanço da oferta do biocombustível frente à demanda para o próximo bimestre”, durante a realização do 75º Leilão de Biodiesel, realizado recentemente.

Devido a isso, o governo chegou à conclusão que a medida é necessária para dar continuidade ao abastecimento nacional, uma vez que a oferta de biodiesel para o período poderia não ser suficiente para atender à mistura de 12% ao diesel B, que vem sendo bastante consumido, apesar da atual situação de pandemia da Covid-19.

Banner Revistas Mobile