Usinas

AFCP completa 80 anos na defesa dos interesses e direitos da classe canavieira

A entidade aparece pelo seu protagonista e atuação também em favor do setor no Nordeste e no Brasil

AFCP completa 80 anos na defesa dos interesses e direitos da classe canavieira

Vem de longa data a tradição da cultura da cana-de-açúcar em Pernambuco. Foi uma das mais importantes capitanias do Brasil em função da cana. O estado também se destaca pelos seus produtores e a sua organização política e técnica.

Nesta quinta-feira (18), por sinal, um dos órgãos de classe mais antigo no país, a Associação dos Fornecedores de Cana do Brasil (AFCP), completa 80 anos em prol do setor local, com mais de 7 mil associados. A entidade aparece pelo seu protagonista e atuação também em favor do setor no Nordeste e no Brasil, presidida por Alexandre Andrade Lima desde o seu primeiro mandato em 2007.

“Hoje é um dia muito especial. Parabéns a todos que integram a diretoria e aos funcionários da AFCP, sempre prontos para atender aos fornecedores de cana de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil. Parabéns, em especial, a cada dos 7 mil associados, estes que fazem a AFCP cada vez mais forte para os próximos anos, e a todos que são responsáveis por esta história que completa 80 anos. Não por acaso é muito respeitada pelo setor e a sociedade no território nacional. Vida longa ao setor canavieiro e à AFCP”, diz Lima, que também é vice-presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana).

Banner Revistas Mobile