Mercado

Usina Ouroeste estima moer 1,7 milhão de toneladas

A Usina Ouroeste iniciou a safra 2009/10 nesta quarta-feira (25) com a estimativa de processar 1,7 milhão de toneladas de cana-de-açúcar, 400 mil toneladas a mais do que no ano passado, no seu primeiro ano de safra, quando foram esmagadas 1,3 milhão de toneladas.

A Ouroeste, dos grupos Arakaki e Moema, fica numa área de 500 mil m², no Km 186 da rodovia Elyeser Magalhães, município paulista de Ouroeste. A planta tem capacidade nominal para moer 3 milhões de toneladas de cana, volume que deverá ser alcançado nas próximas duas safras.

A unidade, que tem capacidade nominal para produzir 130 milhões de litros de etanol e 200 mil toneladas de açúcar por ano, utiliza o processo de difusão, em substituição às tradicionais moendas. A usina também tem planos de cogeração de energia a partir da biomassa da cana.

O início da safra deste ano foi comemorado com a realização de um culto ecumênico que reuniu cerca de 300 pessoas entre colaboradores, autoridades, convidados e diretores dos grupos Arakaki e Moema.

“A Usina Ouroeste é hoje uma realidade, referência no Brasil e no exterior. Isso graças ao esforço e dedicação de nossa equipe, que tem trabalhado incessantemente para que as metas sejam cumpridas. Deus tem nos acompanhado em todos os passos de nossas vidas, nos dando saúde, ânimo e a certeza de que Ele é a solução para todos os problemas que possam aparecer”, disse o diretor presidente do Grupo Arakaki, Kosuke Arakaki.

Banner Evento Mobile