Mercado

USDA eleva cota de importação de açúcar

Washington, O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que irá permitir a importação adicional de 500 mil toneladas curtas (uma tonelada curta tem 907 quilos) de açúcar. O órgão vai autorizar a venda de todo o açúcar produzido nos EUA este ano para elevar a oferta interna da commodity, que está em descompasso com a demanda doméstica.

O órgão do governo americano também informou que dividiu o volume incrementado nas importações igualmente entre as quotas com tarifa acertadas na Organização Mundial do Comércio (OMC) de açúcar refinado e de açúcar bruto.

Com essa elevação das compras externas, o açúcar bruto incluído na quota ficou em 1,901 milhão de toneladas curtas. O gabinete do representante de comércio dos EUA vai definir quais os países que fornecerão o produto, com base na disponibilidade. A entrada vai requerer um certificado, e os volumes adicionais devem entrar nos EUA até 1o. de julho.

Açúcar refinado

Já a quota com tarifa para açúcar refinado foi elevada para 529.013 toneladas. O gabinete irá dividir o volume também de acordo com a disponibilidade em países fornece-dores. O USDA declarou que agiu “em resposta à falta contínua de açúcar no mercado, resultante de eventos climáticos que diminuíram muito a oferta doméstica”. A providência deve contribuir para elevar a oferta no curto prazo.

Banner Evento Mobile