Mercado

Uma joia rara para o setor: REDI@CANA impulsiona

A maior rede de experimentação digital e inteligência artificial para avaliação das melhores práticas de manejo para a cultura da cana-de-açúcar do mundo

Uma joia rara para o setor: REDI@CANA impulsiona

No último dia 29 de setembro, em Ribeirão Preto, durante o evento SMARTBREEDER SUMMIT23, foi lançada a REDI@CANA: uma joia rara para o setor Sucroenergético.

Contaremos para vocês como e por que essa rede promete revolucionar a experimentação e identificação das melhores práticas de manejo para maximizar a produtividade e sustentabilidade dos canaviais.

O primeiro passo é entender a contribuição de cada um dos mais de 1.000 fatores da complexa interação planta-solo-ambiente-clima-manejo para a produtividade. Então, devemos saber o que é feito em cada pedacinho de terra e sua correspondente produtividade, acúmulo de açúcar, probabilidade de ocorrência de doenças e pragas, resposta à nutrição foliar e maturação natural e artificial, adaptabilidade a operações agrícolas e colheitabilidade, por exemplo.

Durante os últimos 15 anos, reunimos o máximo de informações possíveis, desde a cultura anterior, preparo e correção do solo, passando pelos tratos culturais e manejo, até a maturação e colheita e suas respectivas produtividades e quantidade de açúcar. Isso só foi possível com um trabalho intenso, constante e orquestrado de 110 usinas e mais de 3.000 colaboradores, incluindo todos os níveis hierárquicos. Com o trabalho dessa rede colaborativa e tecnologias próprias de integração, armazenamento, manutenção, controle de qualidade e enriquecimento de dados, construímos um oceano de informações.

DATA OCEAN®: 

O maior Banco de Dados Agrícolas do Mundo 

O setor deve se orgulhar por construir o maior banco de dados agrícola do mundo com uma arquitetura programada em nuvem e atualizado automaticamente toda noite. Nele estão presentes 3,5 bilhões de informações de manejo de mais de 3 milhões de hectares, 600 mil talhões e 25 mil fazendas distribuídas em 6 estados brasileiros. Isso significa que geramos mais de 2.2 mil dados por minuto e que temos o maior conjunto de informações para avaliar a resposta da lavoura a cada operação de manejo, insumo, defensivo ou qualquer outra tecnologia utilizada pelos produtores, em cada talhão. Cabe ainda ressaltar que atingimos uma qualidade média de dados Data Ocean.® de 85%. Sem dúvidas, um exemplo de Revolução Digital na Agricultura.

O Data Ocean® conta com os mais rigorosos sistemas para o impedimento de acessos e aquisição indevidas de dados, tendo, inclusive, sua segurança sido certificada por empresas de Cyber Security de alto nível.

EXPERIMENTAÇÃO NÃO CONVENCIONAL: 

Eco informática, Bioestatística, Analytics e Inteligência Artificial

Dados pontuais obtidos em experimentos tradicionais, com parcelas pequenas, em locais com condições específicas, não são, na grande maioria das vezes, replicáveis para grandes áreas de produção com inúmeras situações de ambiente e manejo variáveis. A performance de tecnologias, insumos, defensivos e operações é determinada em condições controladas em experimento em parte de um talhão que não representa as condições da fazenda toda e muito menos dos quase 2 milhões de talhões da área cultivada com cana-de-açúcar no Brasil. Portanto, subutilizamos o potencial das tecnologias de manejo, pois não determinamos corretamente as condições nas quais elas devem ser utilizadas (Bula de Uso de Determinada Tecnologia — BULA TECH).

Para solucionar esse problema, temos hoje uma Plataforma de Experimentação Digital e Inteligência Artificial (REDI@CANA), através da união da Eco informática, Bioestatística, Desenho Experimental, Big Data Mining e Inteligência Artificial.

 EXPLORANDO AS OPORTUNIDADES REDI@CANA

Muito além da nossa imaginação

 A estrutura de funcionamento da REDI@CANA® incorporou as técnicas de experimentação não convencional citadas acima e as mais modernas ferramentas de mineração de dados e inteligência Artificial para que você possa aprofundar seu entendimento do agro ecossistema, explicitando o conhecimento escondido no DATA OCEAN.

Isso é feito utilizando algoritmos como redes neurais, árvores de decisão, aprendizado profundo (Deep Learning) e algoritmos genéticos, como exemplos.

Além do Setor Sucroenergético, convidamos a comunidade acadêmica e científica para explorar as oportunidades que vão muito aquém da nossa capacidade de imaginação, incluindo, mas não se limitando a, fertilidade de solo, nutrição de plantas, operações agrícolas, fitopatologia, entomologia, fisiologia do acúmulo de biomassa e de sacarose, colheitabilidade e até mesmo testar métodos e algoritmos de aprendizado de máquina. Obviamente, toda a experimentação no Data Ocean® só é feita por meio de conjunto de dados (data sets) anonimizados, respeitando todas as regras de Cyber Security e confidencialidade, além dos previstos na Lei Geral de Proteção de Dados 13.709/2018.

 FAÇA PARTE DA REDI VOCÊ TAMBÉM!

A JORNADA AGROINDÚSTRIA 5.0

Transformação Digital e Inteligência Artificial para maximizar produtividade e sustentabilidade do setor sucroenergético

O crescimento da população mundial, que nos faz acreditar no atingimento de 10 bilhões de pessoas até 2050, está impondo uma pressão significativa sobre o setor agrícola para que este maximize a produtividade e sustentabilidade da produção de alimentos, fibras e energia.

Para fazer face à iminente escassez de alimentos, surgiram duas abordagens potenciais: 1) expandir o uso da terra e adotar a agricultura em grande escala; ou 2) adotar práticas inovadoras e aproveitar os avanços tecnológicos para aumentar a produtividade nas terras agrícolas já exploradas.

A primeira opção, obviamente, tem uma amplitude extremamente restrita por obstáculos como escassez de terra agricultável e mão-de-obra, alterações climáticas, disponibilidade de água, questões ambientais e diminuição da fertilidade do solo, para citar alguns.

Nos resta então a opção pelo uso de tecnologias disruptivas para maximizar a produtividade e sustentabilidade. Dentre elas, sem dúvida, a transformação corporativa para a Agroindústria 5.0, caracterizada pelo intenso uso de bilhões de informações (Big Data) e Inteligência Artificial, marca a Quinta Revolução da Agricultura. Somente com essa revolução científica e tecnológica, será possível explorar ao máximo o potencial produtivo de cada pedaço de terra, através do favorecimento da complexa interação planta-solo-ambiente-clima-manejo, visando maior produtividade e sustentabilidade. Isso tudo, através da otimização da gestão e performance do manejo integrado de culturas agrícolas.

Mesmo sem saber que haveria a quarta e quinta Revolução da Agroindústria, em 2015 iniciamos nossa Jornada Agro5.0. Construímos uma história de credibilidade pautada em ciência, tecnologia, perseverança, comprometimento e resultados, com marcos relevantes mundialmente. Conquistamos o mais povoado Banco de Dados de Manejo Agrícola do Mundo (DataOcean®), a mais versátil Plataforma de Vigilância de Culturas (SMARTBIO CropSurvillance®) o maior Programa de Manejo Integrado de Culturas Agrícolas 5.0 do Planeta (SMARTBIOManagement®), a única Plataforma Completa para Recomendação, Planejamento, Controle de Qualidade e Certificação de Aplicações de Insumos e Defensivos (SAIfe Cropping®), a mais abrangente Rede de Experimentação Digital e Inteligência Artificial para Avaliação da Performance e Posicionamento de Tecnologias Agrícolas(REDIAGRO®), a única Plataforma Completa para Maximização de Produtividade e Sustentabilidade Agrícola (Agroíris®) e o mais efetivo Programa de Capacitação de Consultores, Líderes, Gestores e Usuários da Inteligência Artificial e Conhecimento Agronômico Profundo (Smartbreeder Academy®), inclusive com um revolucionário curso de MBA previsto para início no começo de 2024, em parceria com o PECEGE.

Como vemos, os investimentos em Tecnologias SMARTBREEDER geraram muitos frutos, não só pelos resultados obtidos em agilidade de gestão e operação, redução de custos, diminuição de perdas e aumento de produtividade, mas, pela possibilidade de exploração de novas oportunidades. Sem dúvidas, estamos no caminho certo e chegou a hora de sonhar ainda mais alto. Uma nova Missão! Mas, como toda grande jornada, não será nada fácil. Será preciso empenho redobrado de todos os stakeholders.

Com certeza, promovemos uma verdadeira revolução tecnológica na maneira de gerir e manejar nossas lavouras, com Inteligência Artificial e Conhecimento Agronômico Profundo. Isso só foi possível devido à visão, crença, comprometimento, persistência, incentivo e contribuição de cada um de nossos parceiros e seus colaboradores sugerindo melhorias, novas funcionalidades e, principalmente, indicando a necessidade e auxiliando o desenvolvimento de novas soluções para a resolução dos problemas do dia a dia do setor.

Já estamos preparados, maduros e equipados para a Jornada Agroindústria 5.0, consolidando a SMARTBREEDER como a empresa de sua escolha para verdadeiramente conduzir seu Grupo ao patamar da Agroindústria 5.0, por meio de tecnologias, soluções e serviços disruptivos proprietários. Para tanto, ao longo da experiência do nosso trabalho colaborativo com o setor e nos grandes cases de sucesso mundial, desenvolvemos cuidadosamente e validamos uma nova “Dinâmica de Pesquisa, Desenvolvimento e Transferência de Tecnologias Disruptivas — PD&D” para modelar nossa Jornada Agro5.0, desde a aquisição de uma nova solução e capacitação, passando pela prova de conceito (POC), correção e customização, até o uso em escala comercial.

Provamos que Agroindústria 5.0 vai muito mais além da aquisição de dados, big data e Agricultura Digital!

SMARTBREEDER 

Muito além de tecnologias disruptivas

Sua Parceira na Jornada Agroindústria 5.0

Autor: Prof. Dr. Éder Antônio Giglioti

Está matéria faz parte da edição 347 do JornalCana. Para ler, clique aqui.

 

 

 

Banner Revistas Mobile