Mercado

UE quer ter o direito de coibir importações

A União Européia (UE) vai tentar garantir o direito de restringir suas importações de açúcar para a eventualidade de a abertura de seu mercado levar a uma disparada imprevista dos volumes comprados.

A comissária de Agricultura da UE, Mariann Fischer Boel, vai pedir a convocação de uma reunião dos membros da Organização Mundial de Comércio (OMC), onde defenderá o direito de adotar medidas de “salvaguarda” para evitar que o açúcar procedente dos países em desenvolvimento inunde o mercado do bloco, disse ela.

“Pretendo fazer isso em Hong Kong em dezembro, se dispuser de um acordo em favor da reorganização do mercado da UE a fim de reduzir os preços e a produção e permitir o ingresso de um maior volume de produtos importados originários dos países mais pobres”, disse Fischer Boel. Ela quer instaurar no ano que vem um programa destinado a reduzir os preços do açúcar em quase 40% nos 25 países que compõem a UE com a intenção de tornar o bloco mais competitivo nos mercados mundiais.

Banner Revistas Mobile