Mercado

SP e Acre entram na disputa por fábrica de bioplástico da cana

SP e Acre entram na disputa por fábrica de bioplástico da cana

Os estados de São Paulo e Acre estão na preferência para receber a primeira fábrica no Brasil para a produção de bioplástico feito de coprodutos da cana-de-açúcar.

O acordo de licença para construir a fábrica foi assinado na segunda-feira (14/09) entre a italiana Bio-On e a holding de investimentos Moore Capital.

Conforme comunicado da Bio-On, o bioplástico será produzido a partir dos coprodutos PHAs da cana-de-açúcar.

Os PHAs (ou poli-hidroxi-alcanoatos) são bioplásticos que podem substituir muitos polímeros convencionais, hoje obtidos com processos petroquímicos utilizam hidrocarbonetos. logo
Conforme a companhia, os PHAs desenvolvidos a partir da cana têm as mesmas propriedades termomecânicas, com a vantagem de ser completamente biodegradáveis e  de forma natural.
As duas empresas envolvidas na bio-química e desenvolvimento sustentável de soluções industriais ambientalmente sustentáveis irão trabalhar em conjunto para construir uma produção de 10.000 toneladas anuais ano no estado de São Paulo, ou no estado do Acre.
A usina vai exigir um investimento de 80.000.000 € e será a mais avançada para a produção de polímeros orgânicos na América do Sul, conforme a Bio-On.
O novo centro de produção vai criar 60 novos postos de trabalho, além de indústrias, e servirá para atender a forte demanda por este bio polímero revolucionária que já hoje vem de várias empresas no Brasil transformadas ou produzem plástico tradicional.
Saiba mais
Otavio Pacheco, executivo da Moore Capital, destaca:
“Decidimos usar o Bio-em tecnologia porque acreditamos que representa uma oportunidade excepcional para o desenvolvimento industrial no Brasil. Então decidimos investir € 5.500.000 para o ‘ aquisição da licença de fabricação’ e outros 80 milhões de euros para a construção da primeira planta.
A Moore Capital, diz, tem uma opção para construir uma segunda fábrica no Brasil.
Marco Astorri, presidente da Bio-On SpA, revela: 
“Nós vamos fazer a primeira fábrica para a produção de PHAs no Brasil com uma empresa atenta à ecologia e sustentabilidade, os dois ingredientes da química do futuro, vamos lutar também para estudar a forma de desenvolver o negócio de bio polímeros, produtos de alta performance no Brasil com Bio-em tecnologia na América do Sul. “
Banner Revistas Mobile