Mercado

SGS realiza auditoria na destilaria Alcoeste

Uma equipe da SGS, empresa multinacional especializada em controle de qualidade, quantidade e especificações técnicas, realizou na semana passada uma auditoria na destilaria Alcoeste, unidade do Grupo Arakaki, em Fernandópolis, SP, para atestar o cumprimento dos critérios de sustentabilidade para exportação de etanol ao mercado europeu.

A auditoria é uma exigência periódica da empresa sueca Sekab, que comercializa o etanol produzido pela Alcoeste para países da Europa desde junho de 2008, quando foi realizado o primeiro embarque para a Suécia. A operação comercial foi resultado de um contrato firmado entre as empresas Alcoeste, Cosan, Guarani e NovAmérica e a Sekab, maior compradora de etanol brasileiro na Europa.

A SGS verificou exigências como a redução da emissão de dióxido de carbono, patamares mínimos de mecanização da colheita, compromisso com a conservação de áreas de mata nativa, tolerância zero ao trabalho infantil e não regulamentado, respeito aos pisos salariais do setor e adesão e cumprimento das metas estabelecidas pelo protocolo agroambiental (etanol verde).

A auditoria foi acompanhada pela engenheira de processos Sekab, Maria Edlund, e pela engenheira ambiental da Alcoeste, Samara França. “Toda a equipe da Alcoeste e da Agrícola Arakaki esteve empenhada em colaborar para que as exigências estabelecidas pela Sekab fossem atendidas. Isso nos coloca em um patamar bem distinto no setor sucroenergético”, disse Samara.

Banner Evento Mobile