Mercado

Reciclagem de nutrientes gera ganhos de produtividade

Ano passado, foram produzidas, no Brasil, cerca de 571 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e a produtividade alcançou 81,5 ton/ha. Desse total, foram gerados cerca de 319 milhões de m3 de vinhaça (48 ton/ha) e 12 milhões de toneladas de torta de filtro (5 ton/ha), o que significa um potencial de reciclagem de 40,4 kg/ha de Nitrogênio, 20,4 kg/ha de Fósforo e 138,8 kg/ha de Potássio.

“Em termos econômicos, o potencial equivalente de fertilizante em uma produção de cana-de-açúcar seria da ordem de quase R$ 4 bilhões”, afirmou o Professor Adjunto da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo (USP) / Pirassununga no III Fórum Abisolo, realizado entre 13 a 15 de abril, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em Piracicaba/SP.

Em estudo realizado pelo professor, a reciclagem gera, ainda, ganhos na produtividade na plantação de cana. “Com a utilização de fontes orgânicas é possível duplicar ou até triplicar a área plantada”, ressaltou. “O uso de torta de filtro viabiliza o plantio de cana em condições adversas como o plantio de inverno, tendo como consequência reflexos favoráveis na conservação do solo”, exemplifica. As informações são da assessoria de imprensa do evento.

Banner Evento Mobile