Mercado

Produção européia de etanol cresceu 11% em 2007

A produção de etanol da União Européia alcançou 1,77 bilhão de litros no ano passado, volume 11% maior do que o registrado em 2006. A informação foi divulgada ontem (8) pela Associação Européia do Etanol (e-Bio).

O crescimento foi pequeno, se comparado ao registrado em 2006 quando a taxa foi de 70% em relação ao ano anterior. O desempenho de 2007 foi atribuído ao aumento dos custos com matérias-primas, o que, de acordo com a e-Bio, inviabilizou o lucro da operação. O resultado também foi reforçado pelo interrupção ou adiamento da construção de novas usinas na UE.

A França liderou a oferta domética de etanol, com crescimento de 97%. Os franceses produziram 578 milhões de litros do combustível, passando à frente da Alemanha, que foi responsável pela produção de 394 milhões de litros, redução de 9% em relação a 2006.

Assim como os alemães, sete dos 13 países produtores registraram queda. O pior desempenho foi o da Suécia, que colaborou com apenas 70 milhões de litros, metade do que foi produzido em 2006. O Reino Unido iniciou a produção de etanol no ano passado, com 20 milhões de litros. A Eslováquia também estreou, com 30 milhões de litros produzidos.

De acordo com a Dow Jones, o consumo de etanol foi estimado em aproximadamente 2,7 bilhões de litros, dos quais 37% foram importados do Brasil e consumido principalmente na Suécia, Reino Unido e Holanda.

Banner Evento Mobile