Mercado

Produção da Tailândia poderá ser recorde em 2007/08

A Tailândia, segundo maior exportador de açúcar depois do Brasil, deverá produzir e comercializar volumes recorde do produto em 2008, segundo dados da entidade Thai Sugar Millers Corp. às agências internacionais.

A produção de açúcar do país do Sudeste Asiático deverá crescer mais de 14%, para cerca de 8 milhões de toneladas. O aumento da produção deve-se às melhores condições climáticas e às perspectivas de utilização da cana-de-açúcar na produção de biocombustíveis, disse Amnuay Patise, diretor-geral da entidade de usineiros.

As exportações de açúcar da Tailândia deverão se expandir para o volume recorde de 5,5 milhões de toneladas em 2007/08, comparativamente aos 4,8 milhões de toneladas deste ano. O acréscimo reforçará a superoferta mundial do produto, alimentada pela Índia e pelo Brasil, que transformou o açúcar na commodity de pior desempenho do último período de 12 meses.

A Tailândia, que exporta açúcar demerara e açúcar refinado principalmente para a Ásia, produziu 4,785 milhões de toneladas do produto na afra 2005/06.

A Thai Sugar Millers Corp. é controlada pelos 46 donos de usinas do país e representa o setor na formulação da política do governo para o setor. Os produtores tailandeses podem ser estimulados a cultivar mais cana-de-açúcar se o governo reativar a campanha destinada a aumentar o uso do gasohol, mistura de gasolina e etanol, este último destilado a partir da cana-de-açúcar e de outros produtos agrícolas.

Banner Evento Mobile