Mercado

Preços do açúcar recuam em Londres

O preço do açúcar branco fechou em queda, na sexta-feira, pelo segundo pregão consecutivo, na bolsa de Londres após o Brasil, o maior produtor mundial da commodity, ter aumentado a estimativa para sua safra, alimentando o receio de que o excedente mundial de oferta crescerá.

A safra de cana-de-açúcar do Brasil totalizará 549,9 milhões de toneladas este ano, contra a previsão de agosto, de 547,2 milhões de toneladas, segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). O país colheu 474,8 milhões de toneladas de cana no ano passado. A produção mundial poderá superar a demanda em cerca de 11,1 milhões de toneladas na atual temporada, segundo a Organização Internacional do Açúcar (OIA).

A Rússia, maior importador mundial, poderá desacelerar suas compras após alterações adotadas nas tarifas de importação. Em 17 de outubro, a Rússia disse que elevaria os impostos relativos às importações de açúcar em pelo menos 57% a partir de 1º de dezembro.

Banner Evento Mobile