Mercado

Posto com biodiesel é instalado no Estado

O Rio de Janeiro passa a ter a partir de hoje seu primeiro posto de combustível com venda de biodiesel. A comercialização ecologicamente correta será feita pelo posto Jatinho, da Ale Combustíveis, situado ao lado do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do Rio de Janeiro (Sindicarga), na Penha. Os planos da Ale incluem levar o biodiesel a mais quatro postos do Rio. O biodiesel vem sendo tratado pelo Governo federal como umas das prioridades em termos de fontes de energia renováveis. Para tanto, foi criado o Programa Biodiesel, que prevê a obrigatoriedade de mistura de 2% de biodiesel ao diesel convencional a partir do início de 2006. Para 2010, está previsto o aumento dessa mistura, com o biodiesel passando a compor 5% do diesel. Durante a inauguração de uma fábrica do combustível no Piauí, em Agosto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o biodiesel será a revolução energética pós-petróleo.

O novo combustível é obtido a partir de vegetais oleaginosos, como a palma, nabo forrageiro, mamona, soja, girassol e babaçu. Além de ser menos poluente e aumentar a vida útil dos motores, o biodiesel também tem caráter social, com o desenvolvimento de plantações no campo, inclusive em regiões áridas e miseráveis, como o sertão do Nordeste, onde a mamona é cultivada. A intenção do governo federal é fixar o homem no campo com o cultivo dos vegetais para a produção de biodiesel.

Pioneirismo

A Ale foi a distribuidora pioneira na comercialização do combustível no País. Desde março, o posto Ponteio, em Belo Horizonte, já conta vende biodiesel. Além disso, outros cinco postos na capital mineira, quatro em São Paulo e um em Montes Claros, Minas Gerais.

O Governo estadual estuda criar um programa para incentivar agricultores que queiram investir na plantação para a produção de biodiesel. De acordo com o secretário estadual de Energia, da Indústria Naval e do Petróleo, Wagner Victer, a idéia é que o plantio seja financiado e lastreado em contratos de compra futura da Ale. “Além disso, está sendo estudada a inauguração de uma planta de produção de biodiesel próximo ao Porto de Sepetiba”, afirmou.

Banner Revistas Mobile