Mercado

Petrobras quer participar do mercado interno de produção de etanol

A Petrobras vai entrar no mercado nacional de produção de etanol. A meta é conquistar 20% do mercado nos próximos anos, disse hoje (4) o presidente da Petrobras Biocombustível, Alan Kardeck, em entrevista à imprensa na sede da empresa. Ele também anunciou que a subsidiária da Petrobras foi contemplada no Plano de Negócios 2009-2013 da empresa, com investimentos de US$ 2,4 bilhões.

“A nossa intenção é aproveitar o crescimento do mercado interno de etanol e captar pelo menos 20% desta expansão. Isto se dará via associação para a construção de novas usinas, sem entrar em conflito com o mercado já estabelecido. Nosso objetivo não é estatizar o setor de etanol”, afirmou Kardec.

O presidente da Petrobras Biocombustível disse que a disposição da empresa é brigar com o mercado de etanol já existente, até porque, segundo ele, a perspectiva é de que a demanda por álcool venha a crescer ainda mais, o que permitiria à estatal comercializar parte da produção no mercado interno – sem voltar as costas para a exportação do produto, principalmente para o mercado asiático.

A expectativa da empresa é chegar a 2013 exportando 1,9 bilhão de litros e comercializando outros 1,8 bilhão de litros no mercado interno. Kardec disse ainda que a meta é fechar parcerias com empresas privadas, em que a participação da estatal seja preponderante e não majoritária.

“Nossa intenção é de que a nossa participação não seja tão insignificante como a que chegamos a ter no setor petroquímico (em torno de 5%), mas que também não tenhamos participação majoritária. O ideal é que tenhamos nos empreendimentos participação entre 20% a 40%”, disse.

Banner Evento Mobile