Mercado

Pesquisador da Califórnia conhece produção do álcool brasileiro

A região de Ribeirão Preto, SP – como ocorre com outros pólos de produção sucroalcooleira do País – tem recebido visitas freqüentes de delegações estrangeiras interessadas em conhecer, por diferentes motivos, a produção de etanol. No final de agosto, por exemplo, a E-Machine – sediada em Ribeirão Preto, SP – acompanhou a visita de MacDonald Thomas, pesquisador sênior da Comissão de Energia do Estado da Califórnia, Estados Unidos. Ele esteve na região com o objetivo de levantar subsídios para um relatório do governo da Califórnia, que vai recomendar a adição do álcool anidro, produzido a partir da cana-de-açúcar, à gasolina, e propor a queda das elevadas taxas para importação do álcool brasileiro, de acordo com informações de Marcelo Acuña Coelho, advogado da E-Machine e editor do Ethanol Brasil Blog.

Além de ouvir, na E-Machine, uma explanação sobre o processo produtivo do etanol e a historia do setor sucroalcoleiro brasileiro, Thomas esteve nas destilarias Pitangueiras e Pignata, em diversas empresas fornecedoras de produtos e equipamentos para o setor, como JW, TGM, Brumazi, e manteve contatos com cortadores de cana. Durante o “tour” na região, foram fornecidas informações sobre como o setor está lidando com a questão ambiental, incluindo mecanização da colheita, destinação da vinhaça, preservação da mata ciliar e proteção dos recursos hídricos. Essa visita teve também a presença de Henrique Oliveira, residente em Michigan e editor do Ethablog, que é o blog sobre etanol – segundo Marcelo Coelho – mais lido nos Estados Unidos.

Banner Evento Mobile