Mercado

O melhor porto público do Brasil

O Complexo Industrial Portuário de Suape obteve a melhor nota entre os portos públicos e a classificação de excelente no Diagnóstico dos portos brasileiros elaborado pelo Centro de Estudos em Logística da Coppead, órgão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O estudo ainda diz que o porto ocupa a terceira posição quando incluído na lista geral com outros portos privados do país.

O excelente desempenho alcançado por Suape nos estudos realizados pela UFRJ reflete o momento positivo vivido pelo porto com os investimentos públicos e privados. No início de setembro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva veio a Suape para inaugurar o cais 4, um empreendimento de R$ 108,8 milhões, financiado pelos governos federal e estadual. A intenção é utilizá-lo, primordialmente, para a movimentação de grãos e de açúcar, importantes produtos para exportação do Nordeste brasileiro.

Lula também deu início à terraplenagem da Refinaria Abreu e Lima, projeto orçado em US$ 4 bilhões (aproximadamente R$ 8 bilhões) que ocupará 630 hectares. Em empregos diretos e indiretos, fixos e temporários, a construção do empreendimento permitirá que mais de 20 mil novos profissionais ingressem no mercado de trabalho. A previsão é de que a refinaria comece a funcionar de forma efetiva em 2010, quando passará a produzir cerca de 200 mil barris de petróleo por dia.

Ainda aportarão em Suape a Petroquímica Suape (fábrica de PTA), com projeção de gerar 500 empregos diretos e 16,2 mil indiretos, e a Citepe (fábrica de Poy), responsável pela geração de 1,1 mil postos diretos de trabalho e 26 mil indiretos (estimados). Também foi confirmada, no início do ano, a instalação de empreendimentos como Urbano Industrial, Multifarinha do Brasil, Arclima Engenharia e a duplicação da Suata Serviços e Logística.

O governo do estado ainda negocia a implantação de uma central de distribuição da GM em Suape e a construção de um terminal de açúcar – empreendimento desenvolvido pelo Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool do Estado de Pernambuco (Sindaçúcar)e pela tradding inglesa ED & F Man. O terminal representa um investimento de US$ 40 milhões, com capacidade estática de armazenagem de 120 mil toneladas.

Mas não são apenas os grandes investimentos que tornam o Porto de Suape referência nacional. A preocupação com a responsabilidade social e ambiental também é prioridade. O projeto Suape para Todos, criado para promover o desenvolvimento econômico e social das comunidades que moram no complexo portuário, foi um dos premiados com o Prêmio Inteligência Social, da Genera Inteligência Social.

Já foram capacitados cerca de dois mil jovens e adolescentes carentes com cursos profissionalizantes, como cabeleireiro, pasteleiro e auxiliar de cozinha, aulas voltadas para o ensino fundamental e médio, além do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA). A meta para este ano é atender dois mil jovens com a ampliação do número de cursos oferecidos e das parcerias com a iniciativa privada.

O complexo também pretende aplicar cerca de R$ 10 milhões na manutenção dos projetos básicos ambientais. Os recursos contemplarão, entre outros, a recuperação dos corredores florestais e mangues, a implantação de programas de educação ambiental, assim como o levantamento arqueológico e cultural de Suape. A previsão é que até o final do ano, as melhorias sejam percebidas pelas comunidades localizadas no entorno do complexo.

Banner Evento Mobile