Mercado

Nordeste tem maior geração de vagas formais

A região Nordeste foi a que apresentou a maior geração de emprego em setembro, com a criação de 91.779 vagas formais. Na segunda posição ficou o Sudeste, que tradicionalmente é a região com maior geração de emprego e no mês passado gerou 65.184 vagas. Em setembro houve expansão do emprego nas cinco regiões do país.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nos meses de setembro a região Nordeste costuma ter forte geração de emprego por conta de fatores sazonais ligados ao ciclo de produção da cana-de-açúcar. No Sul, o saldo de vagas foi de 15.985, no Norte, de 10.726, e no Centro-Oeste, de 5.784.

Entre os estados as melhores performances foram de São Paulo, 58.792, Pernambuco, 34.112, e Alagoas, 30.940. Os destaques negativos foram Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com a demissão de 11.466, 1.254 e 1.251 trabalhadores, respectivamente.

Nas nove regiões metropolitanas a elevação total do emprego foi de 75.978 vagas, elevação de 0,71% no nível de emprego. O número é superior ao registrado nas demais regiões do país, 0,47% e criação de 46.204 novas vagas.

Dentre as áreas metropolitanas o melhor desempenho foi na Grande São Paulo, 32.261, seguida pelo Rio de Janeiro, 11.361, e Recife, 10.898.

Banner Revistas Mobile