Mercado

MST reclama da política de incentivos do governo federal ao etanol

Nesta terça-feira, cerca de 1200 manifestantes fizeram uma caminhada pelo centro de Curitiba carregando foices e bandeiras do MST, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra.

Pela manhã eles fizeram uma passeata de 15 quilômetros, desde a entrada de Curitiba, na BR-277, até a sede do Incra, que fica na Rua Dr Faivre.

À tarde eles retomaram a caminhada, passando por diversas ruas do centro até a sede da Receita Federal na Avenida Marechal Deodoro.

Os sem-terra participam de um ato nacional que acontece nesta semana em várias capitais brasileiras.

Em Curitiba, um dos líderes do movimento, Claudelei de Lima, criticou a lentidão da Reforma Agrária e a política do governo federal de incentivo ao etanol. Para o sem-terra, as plantações de cana para o processamento do biocombustível competem com a produção de alimentos.

Os integrantes do MST ficam acampados em Curitiba até o final desta semana.

Banner Evento Mobile