Sustentabilidade

Ministro de Minas e Energia destaca o papel central da indústria verde no Fórum da ABDIB

Silveira ressaltou que o Brasil detém o maior potencial global para investimentos em transição energética

Ministro de Minas e Energia destaca o papel central da indústria verde no Fórum da ABDIB

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, enfatizou na quinta-feira (23) a relevância da indústria verde durante o painel “Transição Energética: Bases para a Neoindustrialização e Desenvolvimento Sustentável” no Fórum promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB).

“A nova indústria, a indústria verde, é uma pauta de grande importância para o nosso governo. Por isso temos investido em tantas iniciativas focadas na transição energética. Estamos conversando com investidores no Brasil e no mundo para aumentar cada vez mais o papel de protagonista do país na nova economia verde, na economia da energia renovável”, destacou o ministro.

Silveira ressaltou que o Brasil detém o maior potencial global para investimentos em transição energética, graças à vasta disponibilidade de recursos naturais para a geração de energia limpa e renovável, além de minerais críticos para a transição energética mundial.

“Já contratamos mais de R$ 60 bilhões em linhas de transmissão neste governo. Teremos cerca de R$ 130 bilhões de investimentos em distribuição de energia até 2027. Garantimos mais R$ 150 bilhões em geração de energia limpa e renovável, especialmente no Nordeste. O Combustível do Futuro viabilizará mais R$ 200 bilhões em investimentos em bioenergia. São mais de R$ 150 bilhões em projetos anunciados em hidrogênio de baixo carbono. Isso é apenas um recorte dos diversos investimentos em projetos que vão consolidar a indústria verde no Brasil”, reforçou Alexandre Silveira.

O ABDIB Fórum 2024 reúne autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, executivos das principais empresas do setor, além de lideranças e especialistas, em um conjunto de painéis temáticos voltados para a construção de uma agenda de ações que estimulem os investimentos no setor, fundamentais para o aumento da competitividade e a retomada do crescimento econômico.

Durante o evento, o ministro também salientou que o fortalecimento da indústria é crucial para o desenvolvimento nacional verdadeiramente sustentável. Segundo ele, é essencial incentivar a indústria nacional com mecanismos que aumentem a competitividade.

“O Brasil já está se tornando um grande canteiro de obras. Vamos destravar gargalos no licenciamento ambiental. Tenho tratado diariamente sobre esse tema dentro do governo. Não podemos onerar ainda mais a cadeia produtiva com impostos. E o meio ambiente deve ser rigorosamente preservado, mas sem atravancar o desenvolvimento nacional. Trabalhamos para que o Brasil continue sendo um solo fértil para investimentos. Temos segurança jurídica e regulatória, estabilidade política, econômica e social. Essas características diferenciam o nosso país dos outros mercados emergentes”, concluiu o ministro.

Banner Revistas Mobile