Mercado

Lula inaugura 3ª usina de biodiesel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou ontem, em Montes Claros, no norte de Minas, a terceira usina de biodiesel da Petrobrás.

Em operação experimental desde janeiro, a Usina de Biodiesel Darcy Ribeiro tem capacidade para produzir 57 milhões de litros de biodiesel. Em conjunto com a as unidades de Candeias, na Bahia, e Quixadá, no Ceará, a usina de Montes Claros elevou para 170 milhões de litros de biodiesel por ano a capacidade instalada nacional, o que representa cerca de 13% do mercado brasileiro.

Operada pela subsidiária Petrobrás Biocombustível, a Usina Darcy Ribeiro – uma homenagem ao antropólogo, escritor, educador e ex-senador que nasceu na cidade mineira – consumiu investimentos de R$ 95 milhões, possui capacidade para 57 milhões de litros de biodiesel e já c! onta com um projeto de ampliação em estudo – para 80 milhões.

A expectativa da Petrobrás é que, para o suprimento de matéria-prima, sejam contratados até 20 mil agricultores familiares da região. Cerca de 8,2 mil já foram contratados. “Esta usina vai prestar um serviço enorme, porque quando ela estiver na sua produção total, nós vamos ter 20 mil agricultores familiares cadastrados”, disse Lula. “Se cada família tiver mulher e três filhos, nós vamos ter mais de 100 mil pessoas envolvidas na produção de óleo para esta usina da Petrobrás.”

O cronograma prevê que adicionalmente seja estruturado um modelo de parceria com cooperativas de catadores e organizações não-governamentais no meio urbano para viabilizar o uso de óleos e gorduras residuais na produção de biodiesel. “Qualquer coisa que produzir óleo nós vamos comprar. Até sebo de animal, até óleo de animal ou até óleo de cozinha”, destacou o presidente.

A Petrobrás Biocombustível também forneceu aos agricultores ! 100 toneladas de sementes para a safra 2008/2009, além de apoio com serviços de assistência técnica agrícola e acompanhamento da atividade produtiva. O programa que está sendo implantado pela Petrobrás prevê benefícios para 56 municípios das regiões mineiras do Baixo Jequitinhonha e Alto Paranaíba.

DIESEL

O diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, confirmou ontem que o Ministério de Minas e Energia estuda antecipar a adição de biocombustíveis dos atuais 3% (B3) para 4% no diesel, a partir do segundo semestre deste ano.

Segundo o executivo da estatal, a medida, aliada ao aumento da produção nas refinarias, deverá resultar num “benefício bastante substancial”, com a redução da importação de óleo diesel. De acordo com o diretor da Petrobrás, a estimativa é que, no segundo semestre deste ano, a importação de diesel possa ser reduzida entre 5% a 10% na comparação com o mesmo período de 2008.

Banner Evento Mobile