Mercado

Lula corteja América Central com combustível etanol barato

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou os governantes de países da América Central nesta terça-feira a visitar o Brasil e aprender a substituir combustíveis fósseis pelo etanol feito de cana-de-açúcar no país.

“O Brasil está pronto para compartilhar tecnologia inovadora e limpa”, disse Lula aos dirigentes de países centro-americanos na Guatemala, país ao qual viajou em visita oficial.

Os carros “flex”, movidos a álcool, gasolina ou uma mistura de ambos, são responsáveis por cerca de 50 por cento das vendas de veículos leves no Brasil, o maior produtor mundial e exportador de biocombustível barato.

Líderes de países centro-americanos, onde a gasolina e o gás doméstico estão rapidamente saindo do alcance dos mais pobres devido à alta dos preços, foram rápidos em aceitar o convite brasileiro.

“Temos de trocar combustíveis ou nós realmente nos encontraremos em problemas econômicos sérios”, disse a jornalistas o presidente de El Salvador, Tony Saca. “Quase todos os países na região produzem açúcar, então é uma vantagem.”

Os preços do petróleo subiram aos maiores níveis históricos nos últimos meses, enquanto o lento ritmo da recuperação da indústria petrolífera dos EUA após a passagem do furacão Katrina elevou os temores de que o fornecimento de gasolina e de outros produtos com base em petróleo continue devagar por meses.

No ano passado, o Brasil enviou o número recorde de 2,32 bilhões de dólares de litros de etanol, cerca de 50 por cento das exportações mundiais.

Banner Revistas Mobile