Mercado

Infinity Bio-Energy compra usinas e fecha acordo com Disa

O grupo Infinity Bio-Energy, com ações negociadas na bolsa de Londres, anunciou ontem aquisição de três usinas e formalização de acordo com a capixaba Disa.

Segundo comunicado da empresa, a Infinity firmou um novo contrato com a Disa (Destilaria Itaúnas SA) e seus respectivos ativos (Grupo DISA), modificando o acordo de compra anunciado em março passado. Por meio desse contrato, a empresa renova o compromisso de compra do controle acionário na Pecana Empreendimentos e Participações SA (Montasa), empresa que possui os direitos e os equipamentos do projeto brownfield apresentado também em março deste ano.

O acordo inclui ainda a compra do controle acionário de uma nova empresa (Newco), proprietária da cana-de-açúcar fornecida para a DISA, da infra-estrutura e dos equipamentos agrícolas utilizados no plantio, na manutenção e na colheita da matéria-prima. Além disso, a Infinity renovou o acordo de compra do controle acionário da Ceisa (Central Energética Itaúnas SA), empresa que vai desenvolver o programa de co-geração de energia na DISA.

Ontem, o grupo informou que assinou e concluiu a aquisição da Ibirálcool (Destilaria de Álcool Ibirapuã), localizada em Ibirapuã, no sul da Bahia, e da Cepar (Central Energética Paraíso), localizada em São Sebastião do Paraíso, em Minas Gerais.

Com capacidade instalada inicial para processar 1 milhão de toneladas/ano de cana-de-açúcar, a Ibirálcool poderá expandir a produção para 1,5 milhão de toneladas em 2009. Localizada estrategicamente na divisa entre Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais, a usina está situada a cerca de 80 km da unidade de Alcana (Nanuque – MG), em operação desde setembro de 2006. Além de representar um incremento na capacidade produtiva da empresa, a aquisição reforça a estratégia da Infinity que prevê a criação de “clusters” em locais que permitam a integração logística, administrativa e comercial.

Já a Cepar, projetada para processar inicialmente 840 mil toneladas/ano de cana, terá capacidade para cerca de 2 milhões de toneladas até 2010. A localização estratégica da usina foi um dos fatores determinantes para atrair o investimento da Infinity. A cidade de São Sebastião do Paraíso fica a aproximadamente 107 km de Ribeirão Preto (SP), região que concentra as terras mais produtivas para cultivo de cana no Brasil.

A Infinity também adquiriu a totalidade da Agromar (Agro Industrial Marcoalhado), usina localizada no Rio Grande do Norte, cujos ativos serão utilizados em um dos projetos greenfield da empresa no Mato Grosso do Sul, que deve começar a operar em 2009.

Com as novas aquisições, a Infinity passará a contar com 13 usinas em operação já em 2008, quando será atingida a capacidade para processamento de mais de 9 milhões de toneladas de cana. Desse total, 70% será voltado à produção de álcool. Até 2012, o grupo estima alcançar a capacidade de 29 milhões de toneladas/ano.

Banner Evento Mobile