Mercado

Grupo italiano pode construir usina de biocombustível em Mato Grosso

Mato Grosso pode receber novos investimentos no setor de produção de biocombustíveis em 2008. O governador em exercício, Silval Barbosa, recebeu nesta segunda-feira (29.10), o diretor administrativo do grupo italiano ICQ, Enzo Sentella, para tratar sobre a possível instalação do grupo no Brasil. A empresa tem interesse em construir uma usina de biocombustível, sendo que toda a produção será exportada pra a Itália onde será utilizada na produção de energia elétrica. Também participaram da audiência o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Itália, Mário Buri, o secretário adjunto da Casa Civil, Antônio Kato, e produtores do município de Primavera do Leste (231 Km ao Sul da capital).

Silval manifestou apoio a instalação do grupo italiano no estado. Ele disse que a região onde os empresários manifestaram interesse em iniciar seus investimentos, entre Primavera do Leste e Barra do Garças (509 Km a Leste de Cuiabá), possuí uma área sub-utilizada grande, o que permite o plantio sem que uma árvore sequer seja derrubada. O governador apresentou o potencial do Estado e manifestou que o grupo será bem recebido, tendo todas as condições necessárias, em relação a mão de obra qualificada no setor, e qualidade na infra-estrutura na região, para a produção. Além do plantio próprio, a usina compraria boa parte da produção local.

A meta da ICQ é a produção anual de aproximadamente 200 milhões de litros de biocombustível ao ano”, adiantou o Kato. Os empresários italianos visitam nesta terça-feira (30.10) as duas cidades onde podem instalar seus escritórios. Antes de vira Mato Grosso, o grupo ICQ já visitou o Estado do Piauí. Além da usina, eles disseram que possuem interesse em instalar uma PCH futuramente na região”, observou o secretário.

Banner Evento Mobile