Mercado

Gramínea para fazer álcool tem ganho de 540%

A gramínea Panicum virgatum, conhecida nos EUA como switchgrass, é mais eficiente para a produção de álcool do que os cientistas imaginavam. Estudo publicado na revista norte-americana PNAS mostra que o ganho energético na produção de biocombustível a partir da planta é de 540%.

Cálculos anteriores estimaram em 343% o superávit energético do vegetal. Nos dois casos, a própria energia usada para o processo de produção do álcool é descontada. A diferença é que a pesquisa atual foi realizada em campos comerciais do vegetal, usado nos EUA para fins ornamentais. Os cálculos anteriores saíram de projetos-piloto.

De acordo com o pesquisador Marty Schmer, da Universidade do Norte de Nebraska, o rendimento da gramínea pode ser melhorado ainda mais com o uso de técnicas modernas de engenharia genética. (com informações das AFP)

Banner Evento Mobile