Mercado

Feicana abre com sucesso o calendário de eventos do setor

A 7ª edição da Feicana/Feibio, que aconteceu de 10 a 12 de março, em Araçatuba, SP, teve a difícil missão de abrir o calendário de eventos do setor sucroenergético em meio às incertezas do cenário econômico. No entanto, o evento deste ano revelou um mercado otimista, participativo e com expectativas positivas. O sucesso da feira, que para alguns poderia parecer improvável, aconteceu. Mérito de quem viu, na crise, a chance da oportunidade.

O gerente de marketing da DLG Automação, Diego Alexandre Tamburús, elogiou a feira e ficou satisfeito com os contatos qualificados que fez durante o evento. “Foi uma oportunidade de conhecer possíveis novos clientes, ampliar o network”, disse. O mesmo entusiasmo teve o coordenador de vendas da Edra, Jorge Zanatta, que resolveu apostar na feira como um veículo eficaz para divulgação de sua mais recente linha de produtos.

O gerente de vendas da Bray Controls, Jorge Mendes, comemorou o sucesso da companhia na feira. A empresa, que recentemente ampliou suas instalações em Paulínia, no interior paulista, passa pela turbulência econômica “sem crise”. Mendes disse que estabeleceu contatos importantes durante o evento e pretende seguir à risca a determinação da sede norte-americana: “ter a marca Bray em todas as usinas”.

Assim como eles, 300 expositores, o mesmo número do ano passado, acreditaram no potencial de um evento que atraiu aproximadamente 25 mil visitantes nos três dias. Segundo Flávio Nasser, diretor da Safra Eventos, empresa que organiza a feira, o evento foi um sucesso, capaz de acompanhar o crescimento do setor (cerca de 15% ao ano nos últimos três anos) e ainda proporcionar oportunidades em tempos de crise.

A Feicana/Feibio 2009 se manteve alinhada com a edição de 2008 no que diz respeito ao número de expositores, no entanto, melhorou em infra-estrutura, principalmente da área de credenciamento, que foi ágil. Segundo Nasser, este ano houve uma redução do espaço físico da ordem de 15%, por conta da opção de algumas empresas por estandes menores. A redução ocorreu também pelo fato de que, em 2008, a Embrapa ocupou grande parte da área de feira com exposições de culturas diversas. Este ano, a Embrapa não participou.

A superação das dificuldades em organizar uma feira em meio à crise já ganha frutos. A organização da Feicana anunciou que em 2010 a feira terá uma edição no Mato Grosso do Sul, com apoio do governo sul-matogrossense, Udop, sindicato das empresas do setor e iniciativa privada. A data ainda não foi divulgada, mas, segundo Nasser, tem grandes chances de acontecer no início do segundo semestre.

O anúncio da intenção de realizar a feira em MS foi feito pela secretária de Desenvolvimento Agrário, da Produção, Indústria, Comércio e do Turismo do Estado, Tereza Cristina. “Queremos muito seguir o exemplo dessa região paulista e atrair mais e mais usinas, e com isto trazer desenvolvimento ao setor”, disse.

No Estado de São Paulo, a 8ª edição da Feicana/Feibio já tem data marcada. Será nos dias 9, 10 e 11 de março de 2010, no recinto de exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba, local tradicional do evento. “Estamos há sete anos lutando pelo setor. A julgar pelo bom resultado deste ano, em 2010 a feira certamente será um sucesso ainda maior”, disse Nasser.

Banner Evento Mobile