Mercado

Exportação de álcool deve dobrar até 2010

A exportação de álcool vai dobrar até 2010 e deverá alcançar 8 bilhões de litros por ano, disse o coordenador da Comissão Executiva Interministerial do Biodiesel, Rodrigo Rodrigues, durante o Seminário de Biocombustíveis da Câmara Americana de Comércio (Amcham – Porto Alegre). Ele disse que “há uma janela de oportunidades para os biocombustíveis e para o álcool brasileiro”.

Só em 2006, o País produziu 18 bilhões de litros de etanol. Desse total, 3,4 bilhões de litros foram destinados para o comércio internacional. Até o fim de 2007, o governo espera exportar 4 bilhões de litros. A entrevista de Rodrigues foi divulgada pelo site da Amcham (http://www.Amcham.com.br).

Segundo ele, atualmente existem 355 usinas produtoras de álcool em funcionamento. Ele explicou, ainda, que a capacidade instalada de produção é de 20 bilhões de litros/ano de etanol. Isso corresponde a cerca de 3 milhões de hectares que, hoje, são destinados para o cultivo de cana – cerca de 0,35% da área agricultável do Brasil.

Ele anunciou que o salto na produção de etanol será possível graças às 77 novas usinas que devem entrar em funcionamento entre 2008 e 2010, totalizando um investimento privado da ordem de US$ 8 bilhões (R$ 14,4 bilhões). E complementou: “Parte dessas novas unidades são de atuais produtores, ou seja, são usineiros que estão construindo novas plantas. Outra parte está ligado ao que chamamos de novos entrantes no mercado brasileiro, tanto de capital nacional como estrangeiro”.

As novas usinas, segundo o Coordenador da Comissão Executiva Interministerial do Biodiesel, permitirão aumentar a capacidade instalada de produção de etanol para 26 bilhões de litros/ano, conseqüentemente, a área plantada de cana aumentará para 0,55% do território nacional agricultável.

Rodrigues explicou, ainda, que 30 novas usinas produtoras de biodiesel estão em fase de regularização na Agência Nacional do Petróleo (ANP), elevando de 2,5 bilhões de litros/ano para 3,7 bilhões de litros/ano a capacidade instalada de produção. Hoje, existem 44 plantas de biocombustível autorizadas e regularizadas.

Banner Evento Mobile