Mercado

EUA querem que Brasil use liderança para facilitar acordo na OMC

O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Carlos Gutierrez, disse nesta quarta-feira que o Brasil tem uma posição de liderança entre os países em desenvolvimento que pode ser usada para facilitar um acordo sobre as negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC). Gutierrez afirmou que, embora as discussões sobre a rodada Doha estejam difíceis, ele está otimista, pois essa é a chance de tirar milhões de pessoas da pobreza no mundo, gerar empregos e promover o crescimento das economias.

– Essa é a oportunidade de tirar centenas de milhões de pessoas da pobreza, de promover crescimento pelo mundo, portanto, a questão é: como podemos deixar essa oportunidade passar? As discussões estão difíceis, mas o Brasil tem uma posição de liderança entre os países em desenvolvimento avançados e acreditamos que o país pode ter um papel importante para ajudar a chegar a um acordo. Podemos construindo um legado para gerações futuras – disse Gutierrez, depois de encontro com o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge.

Ele afirmou ainda que a decisão dos EUA de prorrogar a cobrança de sobretaxas sobre a importação de etanol brasileiro foi definida pelo Congresso, mas que o país vem fazendo parcerias para desenvolver um mercado de global do produto. O secretário afirmou ainda que o governo americano está trabalhando para compartilhar tecnologias de forma que o etanol seja derivado não apenas de milho e açúcar, mas também a partir da celulose.

Banner Evento Mobile