Mercado

EUA podem facilitar importação

Os Estados Unidos estão dispostos a assumirem um “compromisso” com uma tarifa de 2,5% sobre a importação de álcool combustível, como parte da atual rodada de negociações comerciais globais, sem prejudicar os empresários americanos, disse influente senador americano.

Mas um outro imposto, de cerca de US$ 0,1393 por litro de álcool importado, não está em discussão, segundo o presidente da Comissão de Finanças do Senado, o republicano Charles Grassley. “Acho que, se tivéssemos de aceitar um compromisso em torno dessa (tarifa de) 2,5 por cento, e mantivermos os 54 centavos (por galão de 3,785 litros), porque esta não é realmente uma questão das negociações (na Organização Mundial de Comércio, OMC), não haveria dano à nossa indústria de etanol”.

Reduzir os impostos sobre o álcool brasileiro é um tema que virou polêmica no Congresso dos EUA recentemente, porque o Departamento de Energia prevê falta de álcool combustível nos postos do país, por causa do crescimento da demanda, e recomenda aumento das importações.

Banner Evento Mobile