Mercado

Empresas investirão R$ 1 bi em projetos industriais "verdes"

A petroquímica brasileira Braskem vai investir R$ 500 milhões em sua planta de produção de polietileno verde, que está em desenvolvimento no Pólo Petroquímico de Triunfo, no Rio Grande do Sul. O presidente da companhia, Bernardo Gradin, fez o anúncio do investimento nesta semana para a governadora do estado, Yeda Crusius, segundo informações da assessoria de imprensa do governo do estado.

A pedra fundamental do projeto será lançada no próximo mês. Será a primeira do planeta em que o plástico é fabricado a partir do etanol. A Braskem já obteve licença ambiental para o funcionamento. “A crise mundial tem nos ajudado. Temos o compromisso do investimento de R$ 500 milhões e estamos negociando, ainda melhor, os equipamentos que tínhamos orçado. Os principais já foram adquiridos e estão em via de serem comprados nos próximos dias e semanas”, afirmou Gradin.

A planta vai gerar 1,5 mil empregos. A conclusão! da unidade está prevista para o primeiro trimestre de 2011, quando o plástico deverá também começar a ser comercializado. A produção estimada será de 200 mil toneladas ao ano de eteno e polietileno a partir do etanol da cana-de-açúcar. De acordo com informações publicadas no site do governo do Rio Grande do Sul, há uma demanda mundial de 600 mil toneladas ao ano para o produto.

Também a Petrobras, petrolífera brasileira, vai aplicar R$ 600 milhões para reduzir a presença de enxofre na gasolina e no óleo diesel produzidos na Refinaria Alberto Pasqualini, que fica na cidade gaúcha de Canoas. Os investimentos estão em fase final de aprovação no conselho de administração da refinaria. A meta é melhorar a qualidade da gasolina e do diesel. Para isso, a companhia vai criar uma unidade industrial voltada para redução do enxofre e outra para redução do diesel.

A planta de redução do enxofre ficará pronta no começo do ano que vem e a do diesel no final de 2011. Já no prime! iro trimestre de 2010 a Petrobras se comprometeu a oferecer à frota de ônibus da região metropolitana de Porto Alegre gasolina com menor teor de enxofre com a intenção de melhorar a qualidade do ar. A governadora do estado, que se encontrou com Gardin e com o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, ressaltou a importância ambiental dos projetos.

Banner Evento Mobile