Mercado

Destilaria Alcoeste tem prejuízo líquido de R$ 7,4 milhões em 2014

Destilaria Alcoeste tem prejuízo líquido de R$ 7,4 milhões em 2014

A destilaria Alcoeste, de Fernandópolis (SP), teve no exercício de 2014, encerrado em 31 de dezembro passado, um prejuízo líquido de R$ 7,397 milhões. Em 2013, a empresa havia registrado um lucro líquido de R$ 7,829 milhões.

O desempenho foi fortemente impactado por um aumento de custos, que fez com que o lucro bruto caísse 37% na comparação anual, para R$ 27,1 milhões. Teve um grande peso também o resultado financeiro líquido, que foi negativo em R$ 31,6 milhões, ante os R$ 15,8 milhões de 2013.

A destilaria teve em 2014 uma receita líquida de R$ 176,379 milhões, 40,8% acima das R$ 125,091 milhões de 2013. Do total de 2014, R$ 136,7 milhões foram de vendas de açúcar e etanol e R$ 48,8 milhões de venda de cana-de-açúcar.

O lucro operacional antes de participações societárias e do resultado financeiro alcançou em 2014 R$ 7,4 milhões, bem abaixo dos R$ 32,9 milhões de 2013.

A dívida da empresa com empréstimos e financiamentos era em 31 de dezembro de 2014 de R$ 254 milhões, 25% acima dos R$ R$ 203 milhões de um ano antes. Do total, R$ 92,8 milhões têm vencimento no curto prazo.

A Alcoeste produz apenas etanol e pertence ao grupo Arakaki, que em 2010 vendeu a participação que tinha em outra usina, a Ouroeste (SP), para a multinacional Bunge. Além da usina e de uma empresa agropecuária, produtora de cana, a holding Arakaki tem sob seu guarda-chuva outras empresas do ramo comercial e de serviços, entre elas quatro concessionárias de tratores Massey Fergusson.

(Fonte: Valor Econômico)

Banner Revistas Mobile