Mercado

Crédito curto reduz oferta de emprego no campo

A restrição às linhas de crédito para financiamento de máquinas agrícolas e formação de capital de giro nas indústrias reprimiu a criação e manutenção de mais de 23 mil postos de trabalho diretos em 2009. Os principais problemas estão concentrados no setor sucroalcooleiro, onde neste ano foram postergados 15 projetos de novas indústrias, de um total de 35, impedindo a criação de 22 mil empregos diretos, segundo dados da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). A associação acredita que o alto nível de mecanização, estimulado pelo programa de eliminação da queima no estado, também contribui para a redução do quadro.

A situação complicada nos canaviais atingiu o segmento de máquinas agrícolas, onde as vendas de colheitadeiras recuaram mais de 30% em plena safra. Esse cenário provocou a demissão de 716 pessoas entre fevereiro e mar! ço. Na comparação com o ano passado, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) calcula que o total de demitidos somou 1.559 pessoas, encolhimento de 9,2%. A dificuldade em acessar novas linhas de financiamento é considerado o maior entrave no setor por causa do alto valor agregado das colheitadeiras, que em muitos casos utltrapassam os R$ 600 mil.

No primeiro semestre de 2008, o excesso de especulação com commodities inflou as cotações agrícolas e do petróleo, estimulando investimentos na produção de grãos e na busca de combustíveis alternativos, como o etanol de cana-de-açúcar. Porém analistas explicam que a crise americana provocou encarecimento e dificuldades em obter crédito, além de derrubar os preços das commodities. (Gazeta Mercantil/Finanças & Mercados – Pág. 10)(Roberto Tenório)

Banner Evento Mobile