Mercado

"Chuva afasta risco de racionamento", diz ministro

"Chuva afasta risco de racionamento", diz ministro

A maior incidência de chuvas nos últimos meses e a consequente elevação no nível dos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste deixa “cada dia mais distante” a necessidade de um novo racionamento energético no país.

Braga: chuvas afastam risco de racionamento

Leia mais: Mercado começa a tirar o racionamento do caminho

A avaliação foi feita na manhã desta quarta-feira (8) pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, em audiência pública da Comissão de Infraestrutura do Senado.

Leia mais: “Medidas têm que conter catástrofe”

“No Sudeste e Centro-Oeste está cada dia mais distante a possibilidade de termos um racionamento de energia, em que pese ainda tenhamos uma crise hídrica e tenhamos um volume de água nos reservatórios inferior ao de 2001 ”, disse Braga, referindo-se ao ano em que houve o racionamento de energia no país.

Leia mais: Energia solar deverá ficar isenta do ICMS

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), as represas de hidrelétricas no Sudeste e Centro-Oeste tinham na terça-feira (7) um armazenamento médio de 30,38%. Essas regiões são responsáveis por cerca de 70% de toda a capacidade de geração de energia no país.

Banner Revistas Mobile