Mercado

Carteira de energia renovável

Londres, KP Renewables lança fundo para financiar projetos no Reino Unido. A desenvolvedora de projetos de energia renovável KP Renewables anunciou na quarta-feira a contratação da consultora financeira norte-americana Marathon Capital para levantar £ 125 milhões para financiar projetos de energia renovável no Reino Unido. Os recursos serão principalmente levantados nos Estados Unidos, acrescentou a KP Renewables.

A empresa, junto com sua principal acionista, a Kwikpower International, informou ter feito um acordo com a Marathon para levantar £ 10 milhões em ações e £ 115 milhões de investidores de “project finance” para desenvolver, construir e adquirir um portfolio de projetos de energia renovável.

Embora nenhum projeto tenha sido identificado ainda, um porta-voz da empresa disse que os projetos vão variar de força eólica a de ondas e biomassa. Ele acrescentou que a empresa escolheu a Marathon para obter uma grande combinação de fundos do mercado norte-americano, enquanto ao mesmo tempo preserva o valor do investimento dos acionistas britânicos na empresa.

A Securities and Exchange Commission (SEC), a comissão de valores mobiliários americana, impôs limites para este tipo de investimento a menos que o investimento seja feito por meio de um veículo para projetos especiais.

“Essa é uma forma de os investidores norte-americanos abocanharem uma fatia da torta que de outro modo eles não poderiam alcançar”, acrescentou o porta-voz.

“Nós observamos que os retornos para os investidores no Reino Unido para projetos de energia renovável excedem o que observamos nos EUA e esperamos que os investidores tanto da União Européia (UE) quanto dos EUA participem desse levantamento de fundos”, disse o principal executivo da Marathon, Ted Brandt.Os projetos de energia renovável norte-americanos são impulsionados por um crédito fiscal de energia renovável chamado Crédito Fiscal de Produção que normalmente permite retornos em torno de 8% a 9% sobre o investimento em tais projetos, disse o principal executivo da KP Renewables, James Watkins.

Em contraste, os investimentos no estágio final dos projetos de energia renovável no Reino Unido podem oferecer retornos ao redor de 20%, ele acrescentou.

Mudança no Postalis

O Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos (Postalis) empossou, ontem seu novo diretor-presidente, Alexej Predtechensky.

Ele substitui José de Sousa Teixeira, cujo mandato encerrou-se em 30 de janeiro, depois de dez anos de exercício.

O membro do conselho deliberativo do Postalis, Ilves Ribas Caldas Júnior, também foi empossado ontem, no cargo de diretor administrativo, que estava vago.

Banner Evento Mobile