Mercado

Bunge anuncia que quer comprar usina de açúcar

A multinacional Bunge anunciou ontem durante a 4ª edição da Feicana (Feira de Negócios do Setor de Energia), em Araçatuba (SP), que está interessada em comprar usina de açúcar e álcool.

Segundo Federico Kladt, gerente de novos processos e biocombustíveis, tecnologia e inovação da Bunge, a companhia está criando uma estrutura internacional para açúcar para discutir o “business plan” do grupo em açúcar no Brasil e no mercado internacional.

Kladt disse que a empresa quer originar açúcar no Brasil e exportar para os principais mercados importadores, entre eles, Oriente Médio e Rússia.

Desde fevereiro, a Bunge está comercializando açúcar, por meio de uma trading criada pela empresa.

O executivo disse que a direção do grupo deu o sinal verde para a Bunge compre uma usina no Brasil. As oportunidades de negócios começaram a ser sondadas há um ano e meio. “Àquela época, o investimento na usina de 2 milhões de toneladas era em torno de US$ 30 por tonelada. Hoje está em torno de US$ 80. Está muito caro”, disse Kladt.

A Bunge quer usar sua atual infra-estrutura para comercializar açúcar no Brasil. Líder em fertilizantes no Brasil, a companhia está recebendo açúcar como forma de pagamento para os fertilizantes.

Em biodiesel, a Bunge afirmou que ainda não tem interesse de investir no Brasil. O grupo quer os mesmos benefícios fiscais concedidos aos produtores do Norte e Nordeste do país. Na Europa, a Bunge produz biodiesel há 15 anos, com um volume próximo a 1,5 bilhão de litros/ano.

Banner Evento Mobile