Mercado

Biocombustíveis são um dos principais temas da visita de Lula à Suécia

Os biocombustíveis permearão a visita de pouco mais de 24 horas que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará a Estocolmo, capital da Suécia, nos próximos dias 11 e 12. Além da assinatura de acordo bilateral na área, referente à troca de experiências e à formação de um mercado internacional de biocombustíveis, será realizado seminário sobre o tema.

“Eles já importam etanol do Brasil, mas precisam aumentar consideravelmente. Eles produzem muito pouco e a partir de trigo e cevada, o nosso é economicamente muito mais rentável em todos os sentidos”, avalia a embaixadora Maria Edileuza Fontenele Reis, chefe do Departamento da Europa do Ministério das Relações Exteriores.

A consciência ambiental faz da Suécia o país com a maior frota de veículos bicombustíveis da Europa – em 2006, eram 43 mil veículos. O governo sueco determinou que até 2020 todos os automóveis em circulação no país utilizem combustíveis renováveis.

Como estímulo, eliminou o imposto sobre combustíveis renováveis e cortou impostos de venda de veículos de biocombustível.

“Estão ampliando muito essa frota, vão precisar de volumes crescentes de biocombustíveis e não têm condições de produzir em larga escala”, reitera a embaixadora, acrescentando que os biocombustíveis serão debatidos também por empresários.

Banner Evento Mobile