Mercado

Bentley mais forte da história será o primeiro flex da marca

Tem pouca coisa boa que não se possa dizer de um Bentley. Todos são rápidos. Todos são luxuosos. Todos são sofisticados. Com tudo isso, todo Bentley é lindo, mesmo que não seja esteticamente agradável. Os carros da marca britânica, controlada pela Volkswagen, só não eram ecologicamente corretos, algo que está para mudar. Não com a adoção de sistemas híbridos ou diesel, mas sim com uma solução que já é velha conhecida dos brasileiros: o motor flexível em combustível.

Só para dar um arremate impecável, o primeiro Bentley flex da história será também o mais forte de todos os tempos. Por ora, ele é chamado de Extreme Bentley e tem até um site só para ele: www.extremebentley.com. Vale a visita para ver o vídeo. De arrepiar.

O supercarro flex será apresentado no Salão de Genebra, que começa em março. Ele é baseado no Bentley Continental GT, um cupê esteticamente irretocável criado pelo designer brasileiro Raul Pires. Na Europa, que adota um álcool misturado a uma porcentagem de gasolina (o padrão é o E85, com 15% de gasolina), os carros flex dispensam o uso do tanquinho de partida a frio.

Ainda não se sabe quantos cv o poderoso W12 da Bentley será capaz de produzir com etanol, mas o certo é que o carro será produzido em série e deve ser colocado à venda muito em breve. Será um modo de a Bentley se ajustar aos padrões de emissão de carbono que a Europa deve adotar num futuro não muito distante. Bom para os defensores do ambiente e, no caso deste Bentley, para os apreciadores de muita força sob o capô e nas rodas. (Gustavo Henrique Ruffo)

Banner Evento Mobile