Mercado

Açúcar fecha em queda pela 3ª- vez

Expectativa sobre o relatório do Usda paralisa o mercado e afeta cotações. O açúcar voltou a fechar em queda na Bolsa de Nova York, ontem. Os contratos com vencimento em maio tiveram retração de 0,89%, cotados a 11,18 centavos de dólar por libra-peso. Esse é o terceiro pregão consecutivo de desvalorização. Na semana, o preço do açúcar já caiu 2,86%.

Segundo o analista Marcos Mine, da Hencorp Corretora, o volume de negócios caiu, o que favoreceu a atuação de especuladores. Qualquer movimento influencia de maneira significativa as cotações. Os fundos venderam ontem posições, o que derrubou os preços pela manhã.

Para Mine, a expectativa em relação ao relatório de oferta e demanda do Usda, que será divulgado hoje, teve pouca influência no pregão. Já a alta do dólar no mercado internacional, especialmente em relação ao euro, pode ter alguma influência no baixo volume de negociação do mercado de açúcar.

Soja

Os preços dos grãos negociados na Bolsa de Chicago permaneceram praticamente estáveis. O mercado evitou mudar de posição à espera do relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será divulgado hoje. Os contratos de soja com vencimento em janeiro fecharam com leve alta de 0,51%, cotados a 588,50 centavos de dólar por bushel (US$ 12,97 a saca).

O trigo para março também teve uma valorização de 0,61%, com o bushel cotado a 331,25 centavos de dólar por bushel (US$ 7,30 a saca). Já o milho não registrou variação, com o bushel vendido a 195,25 centavos de dólar por bushel (US$ 4,61 a saca). Segundo Vinicius Ito, da Fimat Futures, o clima é de ansiedade no mercado em relação ao Usda.

Banner Revistas Mobile