Mercado

Ação da Cosan dispara com rumores de compra

As ações da fabricante de açúcar e álcool Cosan tiveram ontem a maior alta da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), com rumores de que a empresa pode ser comprada pela Petrobras.

Os rumores se basearam na declaração ontem do presidente da Petrobras Biocombustíveis, Alan Kardec, de que a empresa pretende trabalhar em parceria com produtores de etanol e biodiesel.

Com a especulação em torno da possível aquisição, os papéis da Cosan subiram 12,18%, saindo de R$ 11 para R$ 12,34. As ações do grupo São Martinho, que também atua no setor, explodiram 12,99%, de R$ 12,39 para R$ 14. A possibilidade não agradou investidores e analistas da Petrobras, que discordam que a estatal deva investir em álcool: as ações preferenciais (PN, sem voto! ) da empresa caíram 0,33% e impediram uma alta maior da Bolsa.

No mês passado, na última lista de bilionários divulgada pela revista americana “Forbes”, o usineiro Rubens Ometto Silveira Mello, dono da Cosan, ficou de fora. Até 2008, Ometto ocupava a posição de oitavo homem mais rico do país. Sua fortuna é estimada em US$ 2 bilhões.

Segundo Kardec, da Petrobras, a previsão de investimentos da empresa é de US$ 2,4 bilhões até 2013 para a produção de biocombustível, sendo 80% para etanol e 20% para biodiesel. Ele afirmou que a empresa está analisando projetos tanto para exportação de etanol quanto para o mercado interno. A meta, segundo Kardec, é exportar 1,9 milhão metros cúbicos de etanol em 2013.

Para o mercado interno, a meta é de 1,8 milhão de metros cúbicos no mesmo ano.

Kardec reconhece que o setor de etanol foi mais afetado pela crise. Porém ressaltou que o mercado mundial de biocombustível vai continuar crescendo e o Brasil é o país em melhores condições de produzir biocombustíveis para o mundo.

Petrobras investirá em biodiesel US$ 3,33 bilhões

Para a produção de etanol e de biodiesel, o máximo que pode acontecer, segundo Kardec, é um adiamento dos primeiros investimentos, mas com a manutenção do plano de expansão: — Nós estamos trabalhando mirando no longo prazo. E nós temos a convicção que a demanda de biodiesel no Brasil é crescente. Então a crise não vai afetar a demanda de biodiesel no Brasil e, consequentemente, não vai afetar a produção.

A Petrobras Biocombustível está fazendo investimento muito alto, que não está sendo afetado pela crise.

De acordo com Kardec, os investimentos da Petrobras para o biodiesel, previstos para o período de 2008/2012, passaram de US$ 1,5 bilhão para US$ 3,33 bilhões.

A Petrobras inaugura na segundafeira a terceira usina de biodiesel do país em Montes Claros, no norte de Minas Gerais.

A unidade tem capacidade de produção de 57 milh! ões de litros do combustível por ano, o que representa 33% da produção da empresa. A usina vai gerar mil e 900 empregos diretos.

Cerca de oito mil famílias serão contratadas para produção de matéria-prima, principalmente mamona e copaíba. Para atender aos produtores no período crítico da seca, a Petrobras firmará contratos com os agricultores, com preços definidos, estimulando o processo do custeio agrícola, através de financiamento pelos programas oficiais.

Banner Evento Mobile