fbpx

Mercado vê inflação em 8,2% e dólar a R$ 3,25

Economistas e instituições financeiras consultados semanalmente pelo Banco Central voltaram a elevar as estimativas para a inflação e para a taxa de câmbio em 2015.

Segundo o boletim Focus divulgado nesta segunda (6), a inflação oficial, medida pelo IPCA, deve fechar o ano em 8,2%, acima do teto da meta de inflação, de 6,5% ao ano.

Essa foi a 14ª semana consecutiva de alta nas projeções, que estavam em 8,13% no boletim anterior. Para 2016, os analistas continuam esperando IPCA em 5,60%.

Os especialistas também revisaram a sua projeção para a taxa de câmbio. Agora, esperam que o dólar encerre o ano em R$ 3,25, ante R$ 3,20 na semana passada. Foi a sexta semana seguida de revisão nas projeções.

A coleta das estimativas, no entanto, foi feita até quinta-feira (2), antes da divulgação de dados sobre o mercado de trabalho nos EUA que enfraqueceram a cotação do dólar nesta segunda.

Também houve alta na estimativa para a moeda americana ao final de 2016: passou de R$ 3,23 para R$ 3,30.

Principal ferramenta no combate à inflação, que ganha força com a alta do dólar, a taxa básica de juros (Selic) deve subir dos atuais 12,75% para 13,25% ao final de 2015, segundo analistas.

Para 2016, a expectativa do mercado é que o juro básico volte a cair, fechando o ano em 11,5% ao ano.

Quanto ao desempenho da economia, a expectativa é de queda de 1,01% no PIB de 2015, praticamente inalterada em relação à da semana passada, de 1%.

Para 2016, no entanto, os especialistas esperam uma recuperação da atividade, com crescimento de 1,1% no PIB. Na semana passada, esperava-se expansão de 1,05%.

(Fonte: Folha de São Paulo)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X