fbpx

Mercado pulverizado impede fixação de preço de etanol nos EUA

O mercado de etanol nos Estados Unidos não é concentrado, havendo 156 usinas em todo o território nacional produzindo o biocombustível ou prestes a iniciar as operações nos próximos 12 a 18 meses, informou um relatório divulgado pela Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) sobre o estado da produção norte-americana de etanol em 2013.

A pulverização da indústria tem sido abordada todos os anos pelo órgão desde que os levantamentos tiveram início, em 2005. Este é o nono relatório anual da comissão, que calculou a concentração do setor de etanol usando duas medidas diferentes de participação de mercado: capacidade e produção efetiva. O documento concluiu que os níveis de concentração da indústria norte-americana ficaram essencialmente inalterados em relação ao ano passado.

Até setembro de 2013, informou a comissão, havia duas novas usinas em atividade nos Estados Unidos em relação ao mesmo período de 2012. A capacidade do maior fabricante de etanol do país recuou para 10,9% da produção doméstica total, de 11,1% em 2012. O grande número de participantes na indústria norte-americana sugere que ações para fixação de preços ou coordenação dos níveis de produção são improváveis. O relatório mostrou, ainda, que a fácil entrada de etanol importado nos EUA é outro fator que limita o poder das usinas domésticas.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X