fbpx

Mercado mundial deve ter dois anos seguidos de excesso de açúcar

O mercado mundial de açúcar deve ter dois anos consecutivos de excesso de produção. Essa situação tende a ocorrer diante aumento da oferta do alimento pela Índia e Tailândia.

As informações estão em relatório do Rabobank de 19/06 integrado em conteúdo da corretora H.Commcor DTVM.

Conforme  o relatório, o superávit é estimado em torno de 10,5 milhões de toneladas na temporada 2017/18, alta de três milhões de toneladas ante a previsão trimestral anterior do próprio Rabobank, em decorrência das colheitas nos dois países.

“Essas safras não foram meramente grandes, as duas foram enormes”, afirmou o Rabobank em seu relatório sobre o
segundo trimestre.

Leia também: Após três, usina retoma moagem sob controle de gestor dos EUA

Contratos

Em 22/06, a H.Commcor relata que os contratos de açúcar negociados na bolsa de Nova Iorque com vencimento em Outubro de 2018 fecharam a 12,41 centavos de dólar por libra-peso, apresentando um aumento de 0,20 em relação ao dia anterior.

Em Londres, os contratos com vencimento em Agosto de 2018 fecharam a US$ 344,50 a tonelada, com um avanço de US$ 2,70 no comparativo com o dia anterior.

Cenário nacional

No cenário nacional, segundo os índices do Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos do Açúcar Cristal foi comercializada a R$ 58,19 no dia 22 de Junho, apresentando uma variação positiva de 1,54% em relação aos preços praticados na quinta-feira, e com um avanço de aproximadamente 4,40% considerando o acumulado
do mês.

Já o Etanol Hidratado foi comercializado na semana passada a R$ 1,5621/litro segundo os índices do Cepea/Esalq, apresentando uma variação negativa de 5,28% durante a semana.

Clique aqui e acesse o conteúdo da H.Commcor DTVM

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X