fbpx

Mercado do Açúcar

A queda do dólar em relação a outras moedas acabou dando impulso para os futuros do açúcar demerara em Nova York. Os contratos se auto-corrigiram para se aproximar de seu “preço real”, compensando a retração do dólar.

Com isso, os contratos para março do açúcar 11 subiram 1,9% e fecharam a 6,34 centavos de dólar a libra-peso, o maior patamar registrado em seis semanas.

Nem mesmo as vendas realizadas pelo Brasil – maior produtor mundial – conseguiram inibir a alta na bolsa norte-americana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X