JornalCana

Menor oferta

Os preços futuros do açúcar fecharam em alta na sexta-feira, atingindo a maior cotação desde dezembro último, impulsionados por especulações de que a oferta do produto ficará limitada até que o Brasil, o maior produtor mundial, dê início à colheita da sua safra, segundo a agência Bloomberg. Em Nova York, os contratos para julho encerraram a 11,02 centavos de dólar por libra-peso, alta de 21 pontos. Na bolsa de Londres, os contratos para agosto fecharam a US$ 335,20 a tonelada, aumento de US$ 5,20. O aumento da demanda por parte da Rússia, maior importador mundial, e a redução da produção por parte do México no primeiro trimestre deste ano também dão suporte aos preços. Em São Paulo, a saca de 50 quilos fechou a R$ 34,80, segundo o Cepea/Esalq.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram